Notícias

Joinpe inicia atividades com palestra sobre pesquisa, extensão e crise brasileira; programação segue até amanhã (22)

Categoria: Notícias

Pesquisa e Extensão no DCH I/UNEB e a crise brasileira. Esse foi o tema da décima edição da Jornada de Incentivo à Pesquisa e Extensão (Joinpe) e a 1ª Jornada de Pesquisa e Extensão (Jopex), que iniciaram atividades na manhã da terça-feira (21), no Auditório Jurandyr Oliveira do Departamento de Educação (DEDC) no Campus I da UNEB, em Salvador.
João Carlos Salles proferiu a conferência de abertura do evento

O evento, promovido pelo Departamento de Ciências Humanas (DCH I), por meio do Núcleo de Pesquisa e Extensão (Nupe), contou com a presença de alunos, professores e gestores da universidade.

A iniciativa levantou discussões sobre a atual conjuntura do Brasil e sobre seus impactos nos campos de pesquisa e extensão.

O reitor João Carlos Salles (UFBA) proferiu a conferência de abertura do evento intitulada A pesquisa universitária em tempos sombrios, e frisou sua preocupação quanto aos cortes que estão ocorrendo na pesquisa e extensão.

“Não se trata somente do orçamento, das vacas magras, tempos sombrios. Não podemos interpretar essa crise apenas como um períodos de escassez, o mais grave deste momento é a tomada de decisões que podem modificar o escopo, a abrangência e o projeto de universidade”, destacou Salles.

O reitor da UNEB, José Bites de Carvalho, presidiu a mesa de abertura do evento e reforçou a importância da pesquisa e extensão nesse contexto de crise, principalmente na UNEB, que está presente em toda Bahia.

Pesquisa e extensão

A abertura do evento contou ainda com a participação da pró-reitora de Extensão (Proex) da UNEB, Maria Celeste Castro.
Maria Carolina: A pesquisa e a extensão são importante para a formação do estudante na universidade.

“Tenho participado de vários eventos em que os pesquisadores já reconhecem a extensão como um nicho que alimenta a pesquisa. Então é muito significativo pensar a pesquisa e a extensão em tempos de crise, de extremismos, com temáticas sociais, que perpassam um contexto de estudo e aproximação com a realidade” disse a pró-reitora.

Para Maria Carolina, estudante de curso de letras da universidade, no atual panorama da sociedade brasileira, fazer pesquisa científica se tornou ainda mais difícil. “A pesquisa e a extensão são elementos importantes porque ampliam as nossas possibilidades formativas. O aluno precisa disso, a academia é o lugar de pesquisa, o lugar de ciência e como vamos fazer isso com os diversos cortes que estão acontecendo?”, frisou a discente, que também integra a comissão organizadora do evento.

Também participaram da abertura a pró-reitora de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), Tânia Maria Hetkowski, o coordenador do Nupe (DCH I), Celso Antonio Favero, e o diretor do DCH I, Flávio Dias Correia.

O evento segue com programação até amanhã (22) e reserva ainda mesas temáticas, apresentações de trabalho, e exibição de documentários.

Confirma mais fotos do evento em nosso Flickr!